Etapas da formação

A total entrega a Deus mediante o seguimento de Cristo, entre as Servas de Santa Teresa do Menino Jesus, exige um itinerário de formação pessoal e de aprofundamento da espiritualidade própria do Instituto. Tal caminho, que se inicia no momento do ingresso no Instituto, continua por toda a vida.

O Instituto oferece períodos formativos específicos que preparam para as etapas fundamentais da vida religiosa e são vividos sob a direção de pessoas idôneas e responsáveis pela formação.

ACOMPANHAMENTO VOCACIONAL “Vinde e vede!” (Jo 1, 46)

Um período de adquirir consciência do chamado de Deus a viver os valores cristãos, independente da escolha vocacional, conduzindo a jovem ao conhecimento do projeto de Deus e da sua dignidade como filha de Deus. A jovem realizará este acompanhamento com a promotora vocacional que lhe proporcionará momentos de reflexão, partilha, visitará a família da jovem e ajudará a mesma e sua família a compreender o chamado de Deus.

ASPIRANTADO “Mestre, onde moras?” (Jo 1, 38)

Um período de conhecimento e descoberta de si mesmo, no desejo de fazer uma experiência mais de perto com as irmãs, aspirando tudo o que se refere ao nosso Instituto.

POSTULANTADO “Segue-me!” (Jo 1, 43)

Tempo de crescer no seguimento radical a Jesus Cristo, no qual se pode experimentar diretamente a nossa vida consagrada.

NOVICIADO “Vinde a um lugar deserto e descansai um pouco.” (Mc 6,31)

Etapa de confirmação da própria vocação chegando a um conhecimento das exigências essenciais da vida religiosa e do nosso gênero de vida.

PROFISSÃO RELIGIOSA

A jovem se consagra a Deus na Igreja, professando os votos publicamente de pobreza, castidade e obediência, conforme as nossas Constituições.

JUNIORATO “Sei em quem acreditei.” (II Tm 1, 12)

Crescer e consolidar na compreensão e no aprofundamento da vocação na Igreja e no Instituto. Conscientizar que o Amor de Deus passa também através da cruz.

PROFISSÃO PERPÉTUA “Quem fica unido a Mim, e Eu a ele, dará muito fruto, porque sem Mim vocês não podem fazer nada. “ (Jo 15, 5)

A formação contínua prepara a religiosa a afrontar a segunda parte da vida, a luz da fé e da esperança evangélica, através: interiorização da vida teologal; Novo encontro e fidelidade ao carisma.